Guia definitivo para contratação de redatores freelancers

contratar redator freelancer

O mercado de trabalho está cada vez mais dinâmico, e por isso os profissionais freelancer se tornam verdadeiros parceiros das empresas e start ups, sobretudo empreendimentos online.  Por isso, as pessoas estão buscando cada vez mais autonomia nas suas relações de trabalho, afinal, para realizar determinas funções você só precisa de um computador e internet de boa qualidade. É esse o motivo que faz com que trabalhar como freelancer seja uma alternativa atrativa aos empregos tradicionais: mais flexibilidade, liberdade, mais oportunidades de trabalho, e uma busca por maior equilíbrio entre o profissional e pessoal. Esse modelo de trabalho é tão forte que já vem sendo chamado de “modelo de negócios do século XXI”.

Para o contratante, as vantagens também são muitas! Provavelmente, a maior motivação seja o fato de não existir vínculo empregatício, o que exclui algumas burocracias relacionadas à contratação de funcionários. Outro motivo que talvez você ainda não tenha se dado conta, é que com a contratação de redatores freelancers, você pode diversificar o seu conteúdo, e aproveitar o estilo diferente das pessoas se comunicarem através do texto. Além disso, também existe a possibilidade de contratar especialistas em determinas áreas, como por exemplo: Se você precisa produzir conteúdo para um site de culinária, contrata uma pessoa que seja ligada ao tema. Se você trabalha com dezenas de sites de diferentes nichos, contrata um redator especializado naqueles assuntos específicos.

Onde encontrar redatores?

Os redatores estão na web! Segundo uma pesquisa realizada pelo 99Freelas, 69% dos redatores freelancer divulgam seu trabalho em sites de emprego/freelancer; 52% divulgam nas redes sociais; e 50% deles em sites de currículos e portfólio. Sendo que 61% deles afirmam que o maior desafio é encontrar clientes! Ou seja, os redatores também estão procurando por você!

Seguem alguns sites que fazer a intermediação entre os contratantes e os profissionais freelancer:

As mídias sociais, como Facebook e LinkedIn também podem ser caminhos para encontrar os redatores. Busque-os em grupos de jornalistas, publicitários ou até de freelancers. Também é interessante conversar com pessoas em grupos de universidades. A vantagem de fazer parcerias com estudantes é que geralmente o preço sai mais em conta.

Você já pensou que os seus contatos da internet também podem ter bons contatos de redatores freelancers? Hoje em dia é cada vez mais comuns as pessoas terem uma lista de redatores, com isso você pode perguntar aos seus amigos e/ou colegas se eles tem redatores para indicar. Geralmente indicações tendem a funcionar muito bem.

Como avaliar o seus redatores?

Depois de fazer contato com potenciais redatores, o próximo passo é fazer uma avaliação do trabalho deles, afim de garantir qualidade dos seus projetos. Isso é bem simples! Basta pedir um pequeno portfólio do redator, com textos que tenham sido feitos por ele, ebooks, reportagens. Conhecer o trabalho do redator antes de fechar a parceria é importante para evitar dores de cabeças posteriores.

Outro fato que você deve ficar atento é se o redator está preparado para escrever para web. Vou explicar melhor: Existem casos em que o redator tem formação em jornalismo ou letras, por exemplo, e nunca escreveu nos moldes que a internet exige ou não conhece as técnicas de SEO. É importante conversar com o redator e entender se ele está disposto a adaptar seus textos para esse “estilo”

Outra pática que pode ser útil na avaliação de redatores freelancer é pedir que ele faça entre duas e três pautas escolhidas por você. Assim você já consegue perceber se o redator leva jeito para escrever sobre os seus temas.

A seguir, listamos alguns fatores que você deve ficar atento ao avaliar o texto do redator:

  • Faça uma revisão gramatical minuciosa, afinal, você não quer que o texto tenha erros de português.
  • Verifique o uso da palavra-chave. Acredite: Muitos redatores se distanciam da palavra-chave na hora de escrever. Isso é mais comum do que você imagina
  • Verifique se existe coerência. Uma prática muito comum entre os redatores é fazer a tradução de textos de sites em inglês, deixando a coerência de lado.
  • Verifique o número de palavras. Veja se o redator de fato cumpriu o combinado.

Para exemplificar melhor, vou relatar uma experiência negativa que tivemos recentemente, com uma agência de produção de conteúdo. Encontramos o site da agência em uma busca na web e arriscamos contratá-la, mesmo sem ter referências sobre a empresa. Fizemos o pagamento adiantado de um pacote de dez textos, via PagSeguro, já que eles só iniciam a produção após o recebimento. Inicialmente ficamos bem animados com a parceria, porém, ao receber os textos ficamos bastante decepcionados com o conteúdo recebido.

O primeiro problema que percebemos é que a agência não havia enviado todos os textos que solicitamos. O que me pareceu é que eles estavam com outros clientes e confundiram os arquivos. Ao ler os textos, passamos a encontrar uma série de problemas: erros gramaticais, de ortografia, de concordância. Textos sem coesão e coerência, o que dava a impressão de que foram traduzidos. Tamanha foi a nossa desconfiança, que chegamos a perguntar algumas vezes sobre isso e eles garantiram que tinham uma equipe de redatores para produzir as pautas. Pedimos a revisão de todos os textos, e eles voltaram com os mesmos problemas. Infelizmente, tivemos que pedir a devolução do dinheiro, já que o conteúdo não era de boa qualidade.

Dessa experiência, podemos tirar algumas lições:

  • Sempre que possível, busque referências sobre o o serviço que você está contratando
  • Leia com atenção o conteúdo que você recebe, observando problemas de gramática e a estrutura do texto
  • Fale com o seu redator sobre a possibilidade de pedir a revisão dos artigos, caso a qualidade esteja comprometida

Mantendo uma boa relação com os seus redatores

Criar uma relação fidelizada entre os seus redatores é um fator essencial para o bom funcionamento do seu negócio, afinal, encontrar novos redatores dá trabalho.

Porém, precisamos ser realistas: como estamos lidando com parcerias que não exigem contrato, a rotatividade entre os redatores é muito grande! Por isso é importante que você tenha uma lista de contatos de redatores, para que tenha a quem recorrer quando precisar de algum texto de última hora.

A nossa dica mais preciosa para que exista uma boa relação entre o contratante e o redator é que vocês mantenham o diálogo. Uma boa conversa e tirar todas as dúvidas de ambas as partes pode deixar todo o processo mais eficiente. E se existir alguma dúvida mesmo depois do inicio da produção dos textos, não tenha receio em perguntar, em conversar mais uma vez.

Além disso, você também pode incentivar os seus redatores a estarem sempre atualizados, enviando conteúdo que eles possam consultar, estudar, e melhorar a qualidade dos seus textos.

Pagamento

Falar sobre valores talvez seja a parte mais delicada de contratar redatores freelancer, porém essa questão deve ficar bem clara e bem acordada entre as partes. Para isso, vale a dica anterior: Conversem!

Buscando reduzir os custos, você também deve ficar atento ao banco em que os seus redatores preferem receber. Já que transferências financeiras entre contas no mesmo banco não são taxadas. Por isso, dê preferência para redatores que possuem conta no banco que você também possui. Se isso não for possível, combine com o redator de fechar pacotes com mais textos, para que você tenha que fazer menos transferências, e consequentemente, reduzir suas despesas.

Plataformas de pagamento com o PagSeguro e o Paypal também podem ser úteis para facilitar estas transferências, podendo o pagamento para o redator ser feito até mesmo com cartão de crédito e boletos bancários. Porém, existe uma taxa adicional que é paga para utilizar os serviços.

Quais são os valores praticados no mercado?

Os valores cobrados pelos redatores freelancers é bastante variável, por isso você vai receber propostas bem diferentes. Porém, é importante você saber o que determina o preço dos artigos:

  • Número de palavras: O primeiro fator que dita o preço dos artigos feitos por redatores freelancers é o número de palavras, que podem variar de 300 até 2000 palavras ou mais, a depender do propósito do contratante.
  • Complexidade do assunto: Quanto mais complexo o assunto, mais difícil é encontrar redatores que falem sobre ele, por isso, geralmente esses artigos são mais caros.
  • Prazo para a entrega: O prazo de entrega dos textos também é fator determinante para o valor a ser cobrado. Quanto antes o contratante precisar do texto, o valor pode sofrer acréscimos.

Todas essas questões devem ser previamente combinadas entre as partes, para que não cause transtorno durante o processo de produção dos textos.

Ferramentas que podem ser úteis para garantir a qualidade dos textos e otimizar o seu tempo

Copyscape

O Copyscape é uma ferramenta que verifica na web a existência de textos iguais aos que você recebeu, o que permite detectar plágio.

Plagium

O Plagium funciona da mesma forma que o Copyscape, porém ele possui assinatura e oferece serviços mais complexos, que incluem mais consultas, relatórios.

Google Drive

O Google Drive é uma plataforma que provavelmente você já utiliza, e que pode ser útil na organização dos seus textos. Você pode criar uma pasta compartilhada com cada redator ou uma para cada site, e receber o texto diretamente ali, sem a necessidade do uso constante de e-mail.

Ainda dentro do Google Drive é importante falar sobre as planilhas, que são aliadas quando o assunto é organização. É interessante manter um arquivo com a data de publicação de cada texto, a palavra-chave em questão e quem foi o redator responsável pelo texto. Crie uma aba para cada site e mantenha a planilha sempre atualizada. Por ali é possível ter o controle de quais textos já foram publicados, das palavras que ainda não foram passadas para o redator, se o texto já foi recebido, se já foi pago…

Skype

Provavelmente você também já faça uso do Skype, e acredite: ele pode ser um aliado na realização de reuniões entre o contratante e seus redatores. É uma boa alternativa em pautas mais complexas e que necessitam de maior atenção.

Esperamos que com as nossas dicas você nunca mais tenha dor de cabeça ao contratar um redator freelancer. E se você tem algum outro método de trabalho ou se conhece alguma ferramenta que possa ajudar nesse processo, conta pra gente nos comentários!

Fontes:

http://blog.99freelas.com.br/infografico-tudo-sobre-o-freelancer-brasileiro/

Sobre Fernanda Mafia

Apaixonada pelo que faz, Fernanda acredita que a comunicação pode transformar os lugares e as pessoas. Formada em jornalismo, tem interesse em marketing digital, comunicação organizacional e assessoria de imprensa.

One thought on “Guia definitivo para contratação de redatores freelancers

  1. gostaria de redatores que realmente entendessem e gostasse de tecnologia, meu site está crescendo e recebi propostas do buscape para postarem nele. é complicado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *